Três dicas essenciais para começar a se preparar para o IELTS

Depois de analisar os diferentes exames oficiais disponíveis para credenciar o seu nível de inglês e concluir que o IELTS é o certo para você, surge a pergunta mais importante: como me preparo para o IELTS?

O primeiro passo é não entrar em pânico. Muitos fatores entram em jogo ao encontrar a maneira ideal de estudar para este teste. No entanto, como uma introdução ao IELTS e para simplificar esta questão, vamos dar a você três chaves que você deve levar em consideração para se preparar bem para o IELTS.

Buscando curso ielts são paulo? Clique aqui e veja agora.

  1. Familiarize-se com o teste IELTS

Em primeiro lugar, é essencial que você saiba intimamente como o IELTS funciona. Por ser um teste padronizado, o IELTS, ou International English Language Testing System, segue requisitos rígidos quanto à sua estrutura. É por isso que, ao contrário de outros testes de inglês que você fez anteriormente, para o IELTS você deve estudar o formato e a metodologia de avaliação com antecedência. Aqui estão três perguntas de orientação para você começar.

Você fará o IELTS Acadêmico ou o IELTS Geral?

Existem duas versões do IELTS: Academic and General Training. A primeira coisa a decidir é qual deles é o mais adequado para suas necessidades. O IELTS acadêmico, como o próprio nome sugere, é voltado principalmente para universidades de língua inglesa, enquanto o IELTS geral é a opção preferida para fins de emprego e imigração. Recomenda-se sempre consultar a versão exigida pela instituição, empresa ou país correspondente.

Em que consiste cada seção do IELTS?

O IELTS é dividido em quatro partes: ouvir (ouvir), ler (ler), escrever (escrever) e falar ( falar ). São dadas nesta ordem, em um tempo total de avaliação de aproximadamente duas horas e 45 minutos. Lembre-se de que Listening e Speaking são iguais para as duas versões do IELTS, enquanto as seções de Reading e Writing variam entre geral e acadêmico.

Como o IELTS é pontuado e que pontuação você espera obter?

Para se preparar adequadamente, você deve estabelecer desde o início a qualificação que almeja de acordo com suas necessidades. O IELTS não é o tipo de teste no qual você “passa” ou “falha”, mas você obtém uma pontuação em “bandas” de 0 a 9. Cada seção recebe uma pontuação de banda individual e, em seguida, esses resultados eles são calculados em média para definir sua nota final.

Como o IELTS é usado para muitos propósitos diferentes, sua pontuação desejada dependerá do que você precisa para fazer o teste. Em todos os casos, descubra o mais rápido possível os requisitos da entidade competente e almeje um resultado ligeiramente superior ao mínimo exigido. É conveniente ter uma margem a seu favor, caso os nervos afetem seu desempenho no dia do exame.

  1. Faça testes práticos para o IELTS

Você já sabe qual versão do IELTS irá fazer, como é a estrutura do teste e qual pontuação você precisa obter. A próxima etapa é começar a praticar para o teste com a ajuda do melhor recurso de preparação disponível, um exame de treinamento abrangente.

Esta é uma das partes mais importantes da preparação para o IELTS e uma das etapas que muitos alunos perdem. Para obter um bom resultado neste teste padronizado, você precisa praticar exercícios ou testes de treinamento abrangentes que sejam o mais próximo possível do verdadeiro IELTS. Além disso, fazer um teste prático completo é a melhor ferramenta para diagnosticar seu nível, conhecer seus pontos fortes e fracos para o IELTS e planejar seu estudo de acordo.

Agora, onde você consegue testes de boas práticas? Uma busca rápida na internet retorna uma infinidade de opções: testes pagos e gratuitos, oficiais e não oficiais, qualidade e nem tanto. As perspectivas podem ser esmagadoras.

  1. Não se esqueça de praticar seu inglês em geral

Se você é um estudante iniciante ou intermediário e deseja um resultado competitivo no IELTS, você desejará melhorar sua proficiência geral em inglês antes de fazer o teste. Lembre-se que uma pontuação superior a 6,5, como a normalmente exigida pelas universidades, corresponde a um nível avançado de inglês. Então, quais recursos o ajudarão a melhorar seu inglês antes do teste?

Recursos para melhorar seu vocabulário

Ter um grande vocabulário em inglês oferece uma grande vantagem no IELTS. Recomendamos a leitura de artigos bem escritos em inglês e manter um registro impresso ou digital de todo o novo vocabulário que encontrar.

Recursos para melhorar sua compreensão auditiva

Na seção Listening , você ouvirá alto-falantes com diferentes sotaques (britânico, americano, australiano, etc.). Portanto, é bom treinar seu ouvido com diversos materiais.

Recursos para melhorar sua compreensão de leitura

Ler diariamente em inglês é uma estratégia infalível. Verifique as fontes que listamos acima nos recursos para o seu vocabulário e leia o máximo que puder.

Recursos para melhorar sua redação

Além de completar tarefas específicas de treinamento para escrita IELTS, se você quiser melhorar sua escrita em geral, você pode escolher um tópico a cada dia e escrever sobre ele sem parar por 10-15 minutos. Pratique escrever o máximo de textos que puder (no papel, se quiser imitar o formato IELTS), cronometrando estritamente e, sempre que possível, mostrando sua escrita a um falante nativo de inglês que pode corrigi-lo.

Obesidade infantil e problemas de peso

O seu filho tem problemas de peso? Essas dicas podem ajudar seu filho a atingir e manter um peso saudável.

Compreendendo os problemas de peso na infância

Como pai, poucas coisas são mais fofas do que seu bebê de bochechas cheias ou os joelhos rechonchudos de seu filho.

Para algumas crianças, entretanto, essa adorável gordura de bebê pode se transformar em um problema de saúde.

Hoje, quase uma em cada quatro crianças e adolescentes nos países desenvolvidos está acima do peso ou é obeso.

Esses quilos extras colocam as crianças em risco de desenvolver sérios problemas de saúde, incluindo diabetes, doenças cardíacas e asma. A obesidade infantil também cobra um preço emocional.

Crianças com excesso de peso geralmente têm problemas para acompanhar outras crianças e participar de esportes e atividades. Outras crianças podem provocá-los e excluí-los, levando à baixa auto-estima, imagem corporal negativa e até depressão .

Se você está vendo seu filho lutar com o peso, é fácil se sentir oprimido ou desamparado. Mas há muito que você pode fazer para ajudar seu filho.

Diagnosticar problemas de peso e obesidade o mais cedo possível pode reduzir o risco de seu filho desenvolver doenças graves à medida que envelhecem.

E ao envolver toda a família, você pode quebrar o ciclo de problemas de peso e obesidade, melhorar a saúde física e mental de seu filho e ajudá-lo a estabelecer uma relação saudável com uma alimentação que durará por toda a vida. Seja qual for o peso do seu filho, diga-lhe que você o ama e que tudo o que deseja fazer é ajudá-lo a ser saudável e feliz.

Seu filho está acima do peso?

As crianças crescem em ritmos diferentes em momentos diferentes, por isso nem sempre é fácil saber se uma criança está acima do peso.

O índice de massa corporal (IMC) usa medidas de altura e peso para estimar quanta gordura corporal uma criança tem. No entanto, embora o IMC seja geralmente um bom indicador, NÃO é uma medida perfeita da gordura corporal e pode até mesmo ser enganoso quando as crianças estão passando por períodos de rápido crescimento.

Se seu filho registrar uma medição de IMC alta para a idade, seu médico pode precisar realizar avaliações e exames adicionais para determinar se o excesso de gordura é um problema.

Causas de problemas de peso e obesidade em crianças

Entender como as crianças ficam acima do peso é um passo importante para quebrar o ciclo. A maioria dos casos de obesidade infantil é causada por comer demais e se exercitar de menos.

As crianças precisam de comida suficiente para apoiar um crescimento e desenvolvimento saudáveis. Mas quando eles consomem mais calorias do que queimam ao longo do dia, isso pode resultar em ganho de peso.

As causas de problemas de peso em crianças podem incluir:

  • Famílias ocupadas cozinhando menos em casa e comendo mais fora.
  • Acesso fácil a fast food e junk food barato e de alto teor calórico.
  • Maiores porções de alimentos, tanto em restaurantes quanto em casa.
  • Crianças que consomem grandes quantidades de açúcar em bebidas adoçadas e escondidas em uma variedade de alimentos.
  • Crianças gastam menos tempo brincando ativamente fora e mais tempo assistindo TV, jogando videogame e sentadas no computador.
  • Muitas escolas eliminando ou cortando seus programas de educação física.

Mitos e fatos sobre problemas de peso e obesidade em crianças Mito 1: A obesidade infantil é genética, então não há nada que você possa fazer a respeito.

Fato: embora os genes de uma pessoa influenciem o peso, eles são apenas uma pequena parte da equação.

Embora algumas crianças sejam mais propensas a ganhar peso do que outras, isso não significa que estejam destinadas a ter problemas de peso. A maioria das crianças consegue manter um peso saudável se comer bem e se exercitar.

Mito 2: Crianças obesas ou com sobrepeso devem ser colocadas em dieta.

Fato: A menos que seja orientado de outra forma pelo médico do seu filho, o tratamento para a obesidade infantil não é a perda de peso.

O objetivo deve ser retardar ou interromper o ganho de peso, permitindo que seu filho cresça até o peso ideal.

Mito 3: é apenas gordura de bebê. As crianças vão superar o peso.

Fato: a obesidade infantil nem sempre leva à obesidade na idade adulta, mas aumenta dramaticamente os riscos.

A maioria das crianças que estão acima do peso em algum momento da pré-escola ou do ensino fundamental ainda está acima do peso ao entrar na adolescência. A maioria das crianças não supera o problema.

Para combater problemas de peso, envolva toda a família

Os hábitos saudáveis começam em casa. A melhor maneira de combater ou prevenir a obesidade infantil e os problemas de peso é colocar toda a família em um caminho mais saudável.

Fazer melhores escolhas alimentares e tornar-se mais ativo beneficiará a todos, independentemente do peso.

Você também pode causar um grande impacto na saúde de seus filhos ao se envolver com os detalhes de suas vidas.

Passar tempo com seus filhos – conversando sobre o dia deles, brincando, lendo, cozinhando – pode fornecer-lhes o impulso de auto-estima de que podem precisar para fazer mudanças positivas.

Procure saídas médicas como o uso de produtos detox pra limpar o organismo.

A fórmula do detox caps é natural e pode ser indicada por um médico competente

Liderando pelo exemplo

Se seu filho vir você comendo vegetais, sendo ativo e limitando o tempo de TV, há uma boa chance de que ele faça o mesmo.

O que você come.  Conte ao seu filho sobre os alimentos saudáveis que você ingere, enquanto os ingere. Você pode dizer: “Estou comendo brócolis com molho de alho. Quer comer alguma coisa? ”

Quando você cozinha.  Cozinhe saudavelmente na frente de seus filhos . Melhor ainda, dê-lhes um emprego adequado à idade na cozinha. Conte a eles sobre o que você está fazendo e por que é bom para o seu corpo.

Como você se move.  Exercite-se de alguma forma todos os dias. Seja autêntico – faça coisas de que você gosta. Diga a seus filhos o que você está fazendo e convide-os para acompanhá-lo.

Seu tempo livre.  Evite a televisão ou muito tempo com o computador. É muito menos provável que as crianças liguem as telas se estiverem desligadas e você estiver fazendo algo em que elas possam se envolver.

Estratégias para a vida real

  • Reconheça que você tem mais controle do que você imagina. Você pode desligar a TV, o computador ou o videogame. Você pode escolher descer do ônibus um ponto antes do normal e caminhar o resto do caminho, especialmente quando estiver com seus filhos. Você pode dar mais vegetais para sua família para o jantar.
  • Pense nos benefícios imediatos. Se reduzir o risco de futuras doenças cardíacas parece abstrato, concentre-se nas coisas boas que podem acontecer agora. Você não se sentirá desconfortavelmente satisfeito se comer uma porção menor ou pular a sobremesa. Fazer caminhadas com seu filho adolescente pode levar a uma conversa maravilhosa que nenhum de vocês esperava. Dançar ou brincar com seus filhos é muito divertido e pode ser um ótimo treino.
  • Faça pequenas mudanças fáceis ao longo do tempo. Sugerir que os membros da família façam uma corrida juntos todos os dias provavelmente fará com que você revire os olhos. É mais fácil e atraente começar com algumas novas abordagens de nutrição e atividade física que toda a família está realmente disposta a experimentar. Por exemplo, dê um passeio depois do jantar algumas noites por semana, em vez de ligar a TV.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

6 combinações de alimentos que combatem as inflamações

Todos nós sobrevivemos com a ajuda de nossos amigos, e a comida que comemos não é diferente.

Quando combinamos certos ingredientes, seus nutrientes unem forças para produzir benefícios para a saúde no combate à inflamação que superam seriamente o que você obteria se comesse apenas com eles, de acordo com o Eat for Extraordinary Health & Healing.

Confira alguns de nossos pares de alimentos favoritos abaixo e saiba por que dois é sempre melhor do que um.

Folhas verdes + azeite

Quem disse que a gordura é o inimigo? A pesquisa mostra que combinar vegetais e uma fonte de gordura saudável aumenta a absorção de antioxidantes como a luteína e o beta-caroteno.

A luteína, um antioxidante presente nas folhas verdes, é conhecida por diminuir a inflamação nos olhos, ajudando a prevenir doenças neurodegenerativas como a degeneração macular relacionada à idade.

O beta-caroteno, outro antioxidante, demonstrou reduzir a inflamação generalizada em adultos mais velhos.

Assim, ajuda a emagrecer e retriar toxinas desnecessárias de seu organismo, da mesma maneira que a fórmula do detox caps nos proporciona.

Regue um pouco de azeite sobre sua próxima salada para garantir que você obtenha mais retorno para seus investimentos.

Prepare um smoothie com espinafre e mirtilos e beba antes e depois do treino.

Em um estudo, atletas que comeram mirtilos todos os dias por 6 semanas reduziram a inflamação pós-treino, enquanto outra pesquisa mostra que o espinafre pode melhorar a respiração e o fluxo de oxigênio durante o treino.

O nitrato presente no espinafre ajuda os músculos a trabalharem com mais eficiência durante o exercício, enquanto os mirtilos ajudam a diminuir a dor muscular após o exercício.

Lentilhas + limão

Se você é uma mulher na pré – menopausa , corre o risco de ter anemia por deficiência de ferro (ter poucos glóbulos vermelhos saudáveis devido à falta de ferro no corpo).

De acordo com o Iron Disorders Institute, essa reação resulta de uma resposta inflamatória e pode limitar a quantidade de ferro disponível para o resto do corpo.

Comer alimentos ricos em ferro, como lentilha e feijão, junto com alimentos cítricos ricos em ácido ascórbico e carotenóides, como limão, aumenta substancialmente a quantidade de ferro absorvido.

Batata doce + pimenta caiena

Batatas fritas picantes podem fazer mais do que satisfazer um desejo.

Polvilhar um pouco de pimenta caiena ou pimenta em pó em alimentos alaranjados ricos em beta-caroteno, como batata-doce e abóbora, aumenta a absorção de vitamina A.

Descobriu-se que a vitamina A é benéfica em doenças inflamatórias da pele , como acne, bem como displasia broncopulmonar.

Framboesas + Uvas

Satisfazer seu desejo por doces pode ajudá-lo a vencer a inflamação. Framboesas e uvas são ricas em antioxidantes, e a ciência mostra que, quando se trata de antioxidantes, dois são melhores do que um.

Framboesas contêm ácido elágico, que é conhecido por aumentar a capacidade da quercetina, encontrada nas uvas.

Quando combinados, eles são máquinas de combate à inflamação. Estudos dizem que essa combinação também pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares, osteoporose e câncer de pulmão.

Amêndoas + kefir

Adicione algumas amêndoas picadas a uma tigela de kefir para um intestino feliz e saudável.

Como o iogurte, este produto lácteo fornece toneladas de bactérias benéficas e probióticos para a barriga.

Para aumentar as bactérias estomacais amigáveis, coma amêndoas com seu kefir.

A pesquisa mostra que a fibra na pele da amêndoa atua como um prebiótico, que alimenta os probióticos encontrados no kefir e cria bactérias intestinais protetoras que lutam contra a inflamação intestinal crônica (e doenças como a doença de Crohn, colite ulcerativa e bolsite crônica).

Alho + cebola + arroz integral

O alho e a cebola podem causar mau hálito , mas são um ótimo complemento para grãos inteiros, como arroz integral e macarrão de trigo: juntos, eles podem mais do que triplicar a absorção de zinco pelo corpo.

Em um estudo, idosos que tomaram suplementos de zinco diminuíram o risco de doenças crônicas relacionadas à inflamação (pense em aterosclerose, câncer, neurodegeneração e distúrbios imunológicos) em 66%. Dizemos que vale a pena o mau hálito.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

5 truques para comer mais frutas e vegetais no seu cotidiano

O mercado de produtores locais é o lugar perfeito para encontrar e experimentar novos produtos.

Os idosos são melhores do que os mais jovens em fazer suas porções de frutas e vegetais parte de sua dieta, mas isso ainda não quer dizer muito.

De acordo com uma revisão publicada em agosto de 2013 na revista Maturitas, apenas 21 a 37 por cento dos homens e 29 a 45 por cento das mulheres com 65 anos ou mais comem cinco ou mais porções diárias de frutas e vegetais, que é a quantidade mínima recomendada para uma boa nutrição.

Comer muitas frutas e vegetais é especialmente importante à medida que você envelhece, porque os nutrientes e as fibras desses alimentos podem ajudar a reduzir a pressão alta, diminuir o risco de doenças cardíacas, derrame e certos tipos de câncer, evitar problemas oculares e digestivos – e simplesmente satisfaça sua fome.

Qual é o tamanho de uma porção de frutas ou vegetais?

Antes de tentar comer um cacho inteiro de bananas ou um alqueire de maçãs, saiba o seguinte: uma porção de frutas ou vegetais equivale a meia xícara, ou aproximadamente a quantidade que você poderia segurar em uma mão em concha.

Os especialistas em nutrição costumavam recomendar cinco porções de frutas e vegetais por dia, mas isso provavelmente não é o suficiente, de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Com essa quantidade, conseguimos perder peso e ainda retirar toxinas desnecessárias de nosso organismo.

Assim como a fórmula do detox caps proporciona a quem utiliza, já que proporciona um resultado mais rápido aliado as dicas dietéticas que vamos trazer.

As necessidades individuais são diferentes, portanto, dependendo da idade, sexo e nível de atividade física, você precisará de 5 a 13 porções de frutas e vegetais por dia.

Para ajudar a determinar suas necessidades específicas, visite a calculadora de frutas e vegetais do CDC.

Alcançando sua meta de alimentação saudável para frutas e vegetais

Siga estas dicas simples para aumentar a quantidade de frutas e vegetais que você come todos os dias:

  1. Adicione frutas e vegetais aos seus pratos favoritos.  Encontre maneiras de incorporar frutas e vegetais aos alimentos que você já ingere. Por exemplo, misture frutas em seu cereal ou iogurte, adicione morangos ou mirtilos às suas panquecas, embale seu sanduíche com vegetais extras, adicione coberturas de vegetais à sua pizza, misture verduras em sua caçarola favorita ou prato de massa ou recheie sua omelete com vegetais extras .
  2. Mostre seu produto.  Coloque suas frutas e vegetais no balcão ou em uma posição proeminente na geladeira, para que você tenha mais probabilidade de comê-los.
  3. Tente coisas novas.  Da próxima vez que você for ao supermercado, escolha uma nova fruta ou vegetal para experimentar.
  4. Cozinhe vegetariano.  Pelo menos uma vez por semana, pule a carne (você pode participar na  segunda-feira sem carne) e experimente uma nova receita vegetariana para o jantar.
  5. Lanche à vontade.  Experimente petiscar frutas frescas ou secas, tiras de cenoura e pimentão com um molho de baixo teor de gordura ou batatas fritas assadas com molho fresco.

Por que comemos menos conforme envelhecemos

Conforme você envelhece, certas mudanças relacionadas à idade podem tornar mais difícil conseguir as frutas e vegetais de que você precisa, como:

  • Dificuldade em mastigar Algumas pessoas têm problemas dentários que tornam a mastigação mais difícil, resultando na redução do interesse em comer.
  • Mudanças no paladar Seu paladar pode mudar à medida que você envelhece, então você pode evitar alguns dos alimentos que costumava apreciar.
  • Problemas de mobilidade Para os idosos que não conseguem mais dirigir , pode ser difícil sair e comprar produtos frescos.
  • Falta de motivação para cozinhar Se você mora sozinho, pode não ter vontade de cozinhar apenas para um.
  • Mudanças no apetite Para muitas pessoas, envelhecer significa que você simplesmente não tem tanta fome quanto antes.

Para obter o máximo das frutas e vegetais que ingere, procure variedade. Coma muitos tipos diferentes de frutas e vegetais, em um arco-íris de cores.

Isso ajudará a garantir que você obtenha a variedade de nutrientes de que seu corpo precisa para um envelhecimento saudável.

E então, o que achou das nossas dicas para colocar mais frutas e vegetais na sua alimentação?

Ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Dieta sem açúcar: 8 dicas e benefícios para a saúde

Muitos adultos comem muito mais açúcar do que o necessário, portanto, reduzir a ingestão de açúcar adicionado é uma ideia saudável para a maioria das pessoas. Algumas pessoas podem querer dar um passo adiante e cortar totalmente o açúcar de sua dieta.

A dieta sem açúcar ganhou popularidade à medida que as pessoas continuam a procurar maneiras eficazes de viver uma vida saudável ou perder peso.

Para todos os benefícios para a saúde de uma dieta sem açúcar, no entanto, também existem algumas coisas a serem consideradas.

Neste artigo, explicamos oito dicas práticas para reduzir a ingestão de açúcar, bem como alguns dos riscos que você deve conhecer.

Por que cortar o açúcar?

Reduzir a ingestão de açúcar pode melhorar a saúde de uma pessoa.

Muitos adultos comem muito mais açúcar do que as autoridades recomendam. Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), por exemplo, estimam que os adultos nos Estados Unidos obter cerca de 15% de suas calorias de açúcares adicionados sozinho. Essa ingestão de açúcar nem mesmo inclui açúcares naturais, como os de produtos como frutas e leite.

O consumo excessivo de açúcar tem ligações com várias condições prejudiciais à saúde, incluindo:

  • obesidade e síndrome metabólica
  • doença cardíaca
  • Diabetes tipo 2
  • pressão alta
  • colesterol alto
  • inflamação crônica
  • doença hepática gordurosa não alcoólica
  • placa dentária e cáries

Reduzir a quantidade de açúcar na dieta pode ajudar uma pessoa a reduzir o risco desses problemas de saúde.

Substituir alimentos ricos em açúcar por opções saudáveis pode ajudar uma pessoa a obter todas as vitaminas e minerais essenciais sem as calorias adicionadas. Também pode ajudá-los a perder peso, se necessário.

Diminuem as Toxinas do Corpo

Outro benefícios direto da diminuição de açúcar na sua dieta, é a diminuição das toxinas e gorduras desnecessárias de seu corpo.

Dessa forma, a dieta sem açúcar ou com menos do que as quantidades consumidas comumente, atua como uma importante desintoxicadora de seu organismo.

Retirando tudo aquilo que não é necessário.

Assim como as cápsulas de detox caps atuam, limpando todo o seu organismo.

Tanto é que a fórmula do detox caps não possui adição de acúcares.

Continue lendo!

8 dicas para cortar açúcar

Aqui estão oito dicas simples que uma pessoa pode usar para ajudar a cortar o açúcar de sua dieta:

1. Vá devagar

Uma das coisas mais importantes a lembrar ao mudar a dieta é fazê-lo gradualmente. Passar de uma dieta cheia de açúcar para uma dieta sem açúcar deve ser um processo lento.

Pode ajudar começar eliminando as fontes mais óbvias de açúcar. As pessoas podem evitar facilmente produtos assados como bolos, muffins e brownies. Remover doces e bebidas açucaradas também é um excelente ponto de partida.

Uma pessoa também pode tentar reduzir a quantidade de açúcar e creme que adiciona ao café ou chá, acabando por não usar nenhum. Adotar uma dieta sem açúcar pode ajudar a pessoa a retreinar o paladar, o que significa que é menos provável que anseie pelo açúcar que falta.

2. Leia os rótulos dos produtos

Depois que uma pessoa consegue eliminar o açúcar mais óbvio de sua dieta, ela pode voltar sua atenção para outros produtos que contenham açúcar. Ler os rótulos dos produtos pode ajudá-los a identificar os tipos de açúcar a serem evitados.

O açúcar tem muitos nomes e está em muitos xaropes e concentrados diferentes. Existem pelo menos 61 nomes diferentes para açúcar nos rótulos dos alimentos. Os mais comuns incluem:

  • cana de açúcar
  • açúcar mascavo
  • xarope de milho ou xarope de milho rico em frutose
  • suco de cana evaporado
  • açúcar invertido
  • açúcar de beterraba
  • malte de cevada
  • açúcar de coco
  • xarope de bordo
  • xarope de agave
  • xarope de arroz
  • concentrado de suco de maçã ou uva
  • mel
  • Demerara
  • Sucanat
  • panela ou piloncillo
  • turbinado
  • muscovado

As pessoas também devem estar cientes de que qualquer item em uma lista de ingredientes que termine com “-ose” também é um tipo de açúcar. Exemplos desses ingredientes incluem:

  • sacarose
  • glicose
  • dextrose
  • frutose
  • lactose

Os açúcares se escondem em muitos alimentos de supermercados diferentes. Ler o rótulo é obrigatório para pessoas que desejam seguir uma dieta sem açúcar.

Produtos como temperos e molhos para salada, molhos para massas, cereais matinais, leite e barras de granola costumam ter açúcar em sua lista de ingredientes.

3. Evite carboidratos simples

Muitas dietas sem açúcar também recomendam que as pessoas evitem carboidratos simples. Carboidratos simples incluem farinha branca, massa branca e arroz branco.

O corpo rapidamente transforma os carboidratos desses alimentos em açúcar. Esse processo causa um aumento nos níveis de açúcar no sangue.

Uma pessoa geralmente pode substituir carboidratos simples por opções de grãos inteiros.

4. Evite açúcares artificiais

Os açúcares artificiais são objeto de controvérsia na indústria alimentar. Eles são muito mais doces que o açúcar, mas contêm poucas ou nenhuma caloria.

No entanto, comer açúcares artificiais pode levar o corpo a pensar que está, na verdade, comendo açúcar. Isso pode intensificar os desejos de uma pessoa por açúcar, tornando mais difícil para ela seguir uma dieta sem açúcar.

Por esse motivo, uma pessoa que segue uma dieta sem açúcar deve evitar açúcares artificiais, como:

  • Splenda
  • estévia
  • Igual
  • NutraSweet
  • Doce n baixo

As pessoas também podem procurar os nomes químicos desses adoçantes nas listas de ingredientes, especialmente em qualquer coisa comercializada como baixo teor de açúcar, poucas calorias ou alimentos dietéticos.

Os nomes químicos incluem:

  • aspartame
  • Sucralose
  • sacarina
  • acessulfame K ou acessulfame de potássio
  • neotame

5. Não beba açúcar

O açúcar pode ser facilmente evitado em alimentos processados. No entanto, as bebidas adoçadas com açúcar estão entre as fontes mais significativas de açúcares adicionados à dieta. Isso inclui refrigerantes, cafés especiais, chás adoçados e sucos de frutas.

Substituir essas bebidas por chá de ervas sem açúcar, café sem açúcar, água mineral com gás ou apenas água pode ajudar a pessoa a se manter hidratada sem aumentar a ingestão de açúcar.

6. Concentre-se em alimentos integrais

Uma pessoa que segue uma dieta sem açúcar também deve comer alimentos integrais. Os alimentos processados têm maior probabilidade de conter ingredientes refinados ou açúcares adicionados.

As dietas que se concentram em alimentos inteiros e completos incluem as seguintes opções:

  • legumes
  • frutas
  • carnes magras, aves ou tofu
  • peixe
  • grãos inteiros não processados e leguminosas
  • nozes e sementes

Algumas pessoas podem optar por manter uma pequena quantidade de laticínios em sua dieta, como iogurte natural, queijos simples e leite.

7. Planeje refeições

É difícil seguir uma dieta sem nenhum plano. Quando uma pessoa sente fome, é mais provável que ela busque um lanche açucarado se não tiver refeições nutritivas e alternativas saudáveis à mão.

Muitas pessoas reservam um dia para fazer as compras e preparar as refeições durante a semana inteira. Com alimentos saudáveis prontos para serem consumidos, eles têm menos tentação de pegar uma barra de chocolate ou refrigerante.

8. Incremente

O paladar geralmente perde açúcar porque não tem outros sabores para substituí-lo. No entanto, as pessoas podem facilmente adicionar muitas ervas e temperos de sabor doce aos alimentos e bebidas para substituir o açúcar.

Substituições comuns incluem canela , noz-moscada, cardamomo e baunilha. Eles podem ser uma adição saborosa para café, aveia ou iogurte.

Benefícios para a saúde

Eliminar os açúcares adicionados e manter uma dieta rica em alimentos integrais traz muitos benefícios para o corpo. Especificamente, reduzir a ingestão de açúcar e seguir uma dieta saudável pode ajudar as pessoas:

  • perder peso e prevenir a obesidade, de acordo com um artigo de 2019 na revista Medical Clinics of North America
  • têm a pele mais clara e reduzem o risco de câncer de pele , de acordo com uma revisão de 2014 no The Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology
  • evitar mudanças de humor, como um estudo de 2017 relacionou uma dieta rica em açúcar com mudanças nos estados de humor
  • reduzir a inflamação, de acordo com uma revisão de estudos de 2018
  • reduzir o risco de diabetes tipo 2 , pois o açúcar pode aumentar o risco de obesidade, o que pode levar ao diabetes tipo 2

E então,

Como aprender inglês: 10 dicas práticas

Hoje, existem mais de 508 milhões de pessoas que falam inglês, tornando-o a terceira língua mais falada no mundo. Muitas pessoas costumam se perguntar como aprender inglês de uma forma mais simples, a melhor resposta é que atualmente existem técnicas que facilitam o processo de aprendizagem dessa língua para pessoas de qualquer nível acadêmico.

Devido ao ritmo de vida agitado e às atividades diárias, sobra muito pouco tempo para aprender a falar inglês. Por isso, no artigo a seguir desenvolvemos uma série de técnicas para tornar o aprendizado mais fácil, rápido e dinâmico e você tem todas as ferramentas para saber como aprender inglês.

Aprender ingles com nativos – A sua hora de ser fluente em inglês chegou

Como aprender inglês: técnicas simples que te ajudarão

Se em algum momento você já se perguntou como aprender inglês sem causar cansaço, tédio ou dores de cabeça, preste atenção nas seguintes técnicas que irão melhorar seu aprendizado e ajudá-lo a atingir esse objetivo com mais facilidade.

1- Passe algum tempo e encontre um lugar tranquilo

Passe pelo menos 1 hora de seu tempo aprendendo novas palavras, modalidades verbais, frases comuns e muito mais. Escolha um lugar tranquilo e onde você se sinta confortável.

5 palavras novas todos os dias

Aprender 5 palavras diferentes em inglês diariamente nos dará a oportunidade de saber até 150 palavras por mês, ficando cada vez mais perto de nosso objetivo de como aprender inglês.

Crie seu próprio plano de estudo

Faça uma lista onde inclua o material de estudo, o conteúdo, as estratégias, os prazos das tarefas agendadas e os horários estabelecidos de acordo com a sua disponibilidade. Outra boa opção é se preparar para fazer testes como TOEFL e IELTS, que medem o seu nível de inglês para poder acessar os estudos no exterior.

Encontre um parceiro

Ter um parceiro ou parceiro lhe dará o impulso de que você precisa, eles podem aprender e motivar um ao outro.

Mantenha o dicionário por perto

Sempre que você tiver alguma dúvida, poderá consultá-la com o dicionário, buscando melhorar a compressão e não cometer erros com os falsos cognatos desta língua.

Pense em inglês durante o dia

Você pode não ser capaz de falar inglês o dia todo, mas você pode pensar neste idioma. Anote as dúvidas que surgirem e quando chegar em casa verifique-as com maior certeza. Se você conseguir fazer disso um hábito, ficará cada vez mais perto de descobrir como aprender inglês.

Fique atualizado

Você pode optar pela ajuda que a internet nos oferece em ferramentas, aplicativos, páginas, tradutores e outros, deixando para trás os métodos ortodoxos que podem atrasar nosso ensino. Descubra como está o seu nível de inglês com esta ferramenta .

Treine seus ouvidos

Assista a filmes e programas de TV em inglês ou legendas, ouça músicas, audiolivros, narrações e outros sons em inglês que podem ajudá-lo a exercitar sua audição. As opções de  cursos de inglês online gratuitos também são uma excelente ferramenta de aprendizado. Ouse explorá-los.

Cartões feitos à mão

Faça pequenos cartões com palavras que você não consegue aprender facilmente, tentando lê-las constantemente durante o dia.

Defina metas semanais e mensais

Uma vez por semana, sente-se calmamente e decida o que você quer que sua conquista seja e onde você quer estar na semana seguinte. Dessa forma, você estará mais bem documentado e mais perto de seu objetivo de como aprender inglês.

Falar mais de um idioma com fluência é um fator muito positivo para a nossa vida profissional, pois nos coloca em uma posição melhor no mercado de trabalho e nos oferece diversas oportunidades, como viagens ao exterior, realização de intercâmbios estudantis, opção por bolsas e o resto. Por isso é uma questão que não deve ser tomada de ânimo leve e aproveitar todos os benefícios e vantagens que esta linguagem pode nos trazer. Chegou a hora de descobrir como aprender inglês. Vamos!

 

Oral Health: Main Dental Cosmetic Treatments

To have a beautiful, white smile, we sometimes need to undergo certain dental aesthetic treatments.

Check out Dentist newtown Geloong if you’re in need of any dental procedures.

Oral health: main dental cosmetic treatments

Taking care of our oral health is fundamental. But to show a beautiful white smile, we sometimes need to undergo certain cosmetic dental treatments.

This combines health with a desire to look much better. We will tell you what are the main aesthetic treatments on teeth that you should take into consideration.

Dental veneers

You have certainly seen shiny teeth in many famous women. They are very white and this is due to two things, teeth whitening and also the application of veneers.

Dental veneers are thin sheets applied to cover the front of the teeth. As we say, it is an aesthetic treatment that what you do is give your teeth a perfect color, hiding stains, cracks and other dental problems. They can be made of porcelain, composite or zirconia.

Dental implants

They have become an aesthetic phenomenon because we are talking about replacing one or more teeth. This aesthetic treatment is more and more precise and sophisticated to fit perfectly and last for many years. For this, avant-garde surgical techniques are usually applied and what is tried is that everything is faster to do, from the intervention to the postoperative period.

Suspenders

Orthodontics of a lifetime is now something different. We have everything from metallic to transparent supports, which almost do not exist. They serve to align teeth that come out a little crooked and also due to the effect of bite problems.

These ceramic brackets and transparent sapphire are the most used in the category of aesthetic orthodontics. All are effective and are now made with 100% biocompatible materials. But if we are a little presumptuous, the latter are the best, because neither you nor the others notice.

Tooth whitening

What do celebrities do to have such white teeth? Well, time also passes, but then they do a tooth whitening. This fantastic technique is very demanding and is based on the application of a slightly lighter color on the patient’s tooth. This eliminates stains and increases the somewhat dark tint, which remained so due to the passage of time and bad habits.

 

For some, this myriad of options can be overwhelming. Especially if you are thinking about doing a whitening for the first time. To curl the bunch, many of the products sold online are not very effective and some may even be unsafe.

Você sabe como aprender inglês de forma rápida e fácil?

No momento em que nos propomos a aprender uma nova língua do zero ou, partindo de uma base, decidimos estudá-la seriamente para melhorar nosso nível, sempre temos um conjunto de dúvidas e questionamentos sobre qual é a melhor forma, o tempo e o dinheiro para investir para atingir os objetivos, e se conseguirmos realizá-lo adequadamente sem ficarmos cansados ​​ou saturados. Todas essas questões se acentuam hoje devido às obrigações primárias que temos que cumprir e que envolvem muito tempo em nossas vidas, como trabalho e família.

Além disso, muitos dos alunos estão satisfeitos e satisfeitos com o nível insuficiente adquirido na escola, adiando assim a tarefa de promoção de uma língua estrangeira, principalmente o inglês. O principal conselho para aprender inglês é fazê-lo da forma mais divertida e interessante possível, caso contrário, se tornará um trabalho chato e pesado. É por isso que, embora aprender inglês rapidamente não seja moleza, será sempre mais fácil e suportável se seguirmos algumas das dicas e truques que apresentamos a seguir.

Confira agora – Tudo sobre ielts ceara

Métodos e exercícios para aprender inglês

Na Formate Mataró conhecemos e utilizamos as formas mais eficazes para um bom e rápido aprendizado de idiomas . Mostramos os melhores métodos para ganhar fluência e confiança ao falar e escrever em inglês , bem como para melhorar suas habilidades de compreensão e compreensão.

Aprenda inglês com canções

Este é um método muito comum, embora não prestemos muita atenção a ele, pois se tornou normal e natural, mas na verdade é uma das técnicas mais eficazes e agradáveis ​​quando se trata de aprender vocabulário e melhorar a escuta . é divertido e põe em contato a parte musical e a parte linguística de nosso cérebro. Então ouça todas as músicas em inglês que puder, olhe as letras e tente entender tudo o que elas dizem.

Jogos para aprender inglês

Existem muitos jogos físicos e online que nos ajudarão a melhorar nosso nível de inglês de uma forma divertida. E é que o fato de aprender línguas por meio de jogos torna-o mais atraente e eficaz para nós, pois a interação, a participação constante e a competitividade nos farão trabalhar mais para sermos melhores. Os exemplos incluem carrasco, scrabble, palavras cruzadas, pesquisas por palavra ou verdadeiro ou falso.

Filmes e séries em VO

Já foi demonstrado que você aprende mais rapidamente ouvindo do que lendo. A necessidade de entender o que estamos vendo e o que está acontecendo faz com que nosso cérebro trabalhe mais e melhor, o que é uma forma essencial de aprender inglês rapidamente .

É aconselhável começar a assisti-los com legendas em espanhol no caso de ter um nível médio-baixo, e depois ir para a legenda em inglês à medida que o nível vai melhorando e finalmente sem legendas, tentando prestar atenção para que sua audição se acostume.

Converse e escreva com os nativos

Uma boa maneira de melhorar a redação e ganhar vocabulário é ter conversas frequentes com falantes nativos ou pessoas que tenham um bom nível de inglês , pois isso nos obrigará a entender o que eles estão dizendo e respondê-los de forma inteligível (eles sempre podem vá corrigindo).

Pratique responder a perguntas

Ouvir e repetir é uma técnica antiquada e de baixa eficiência se comparada ao método de perguntas e respostas. O facto de te perguntarem te faz ter que prestar atenção e tentar perceber o que nos pedem, para depois responder da melhor forma possível dentro das nossas possibilidades. Além das conversas, tente fazer a si mesmo perguntas sobre os textos que lê e, em seguida, responda você mesmo. Isso o ajudará a ganhar fluência mental e facilidade quando se trata de intervir em conversas e situações da vida real.

A regra 80/20

Foco na aprendizagem de até 80% do idioma, até atingir um nível alto mas não perfeito, pois com um domínio de 80% podemos falar e entender perfeitamente com base no contexto e na situação em que nos encontramos, e isso é Não é necessário ter 100% de domínio para funcionar com total facilidade. Isso é o que se chama conhecimento efetivo .

É verdade que esses são apenas alguns truques e truques que complementam a tarefa de  aprender inglês de forma rápida e fácil , já que a melhor maneira de fazer isso é indo a uma escola de idiomas para ter o aprendizado constante nas mãos de profissionais da área de educação. Da mesma forma, caso haja os recursos necessários, o fato de estudar no exterior fazendo cursos de inglês se mostra a opção mais eficaz para uma rápida progressão.

Manequins infantis para exposição de roupas infantis

Muitos dos mesmos princípios se aplicam a lojas de varejo infantil como a qualquer outra vitrine de loja, mas é uma boa ideia revisar essas coisas e quaisquer diferenças no ambiente de varejo infantil. A roupa infantil é o produto mais comum nas lojas infantis. Como resultado, os manequins são uma vitrine central que cria um fantástico senso de estilo e ambiente para uma loja.

Como fazer a exibição de um manequim infantil?

As roupas de um manequim infantil devem ser exibidas de maneira adequada, na proporção correta com a quantidade certa de enchimento. Sacos de tecido ou plástico podem ser usados ​​para preencher um torso, pernas, braços, ombros ou qualquer outra característica do corpo de um manequim que exiba roupas de criança. Esse tipo de recheio junto com o posicionamento criativo realmente dará vida aos manequins infantis. Talvez o manequim assuma uma pose de ação ou tenha um braço em volta de outro manequim amigo.

Mercadoria em camadas é muito popular para manequins infantis, gola alta sob suéteres ou camisas coloridas sob golas abertas e coletes. Os clientes gostam de ver o conceito completo de um visual em camadas, e as camadas são mais populares para as crianças do que nunca. Além disso, o conceito de curativo de manequim é exibir tantos produtos diferentes quanto possível, ao mesmo tempo que se atém a temas departamentais ou designados.

Cabeças de manequim infantil também são muito mais apresentáveis ​​com algum tipo de decoração. Por alguma razão, uma cabeça descoberta em manequins infantis parece estranha, então acrescente um pouco de cabelo, um laço ou um chapéu. Se você não estiver usando cabelo, um laço na frente do chapéu ajudará a distinguir o sexo. Depois que os manequins estiverem vestidos e posicionados, dê um passo para trás e certifique-se de que eles estejam ligeiramente inclinados para fora do centro. Na maioria dos casos, os manequins devem ser ligeiramente virados para um lado ou para o outro do ponto de vista de um cliente que se aproxima.

Como os manequins infantis são mais curtos, é muito útil ter algum tipo de acessório ou plataforma que crie diferentes níveis de exibição do manequim. Cubos organizados e empilhados funcionam bem para criar vários níveis interessantes, enquanto as plataformas trazem pequenos manequins ao nível dos olhos de adultos.

Assim como qualquer outra vitrine de loja, a iluminação é um componente crucial para as vitrines infantis. Você pode ter os melhores manequins, nas melhores posições, com as roupas perfeitas, mas se eles não forem bem iluminados é tudo desperdício. A iluminação pode realmente ser o toque final para trazer grande energia para a vitrine de uma loja. Ele apresentará manequins de loja e os fará se destacar para os clientes, em vez de se misturar.

O uso de manequins infantis é uma das melhores estratégias para exposição de roupas no varejo infantil. Eles realmente ajudam os pais a imaginar as roupas como elas aparecem quando usadas e aumentam a probabilidade de compra. Não deixe que esses acessórios incríveis sejam desperdiçados negligenciando o enchimento, o posicionamento, o curativo e os acessórios adequados.

Como escolher raquetes de tênis e paddle

A prática do tênis e do paddle sempre foi muito popular entre os espanhóis graças, sobretudo, à bondade de nosso clima, que nos proporciona um grande número de dias de sol no final do ano, e à qualidade dos nossos atletas, que sempre o fizeram. destaque nas encostas.

Tanto para quem quer começar como para jogadores experientes que querem melhorar seu nível, as raquetes de tênis e paddle são um dos artigos esportivos mais comprados e talentosos. A seguir, veremos quais são os aspectos que devemos considerar ao adquirir um.

Confira agora – Bolas de Tênis triniti 

Raquete de tênis

É preciso ter em mente que se a raquete que vamos comprar é para um jogador novo, devemos nos limitar aos modelos pensados ​​justamente para quem é novato no esporte. Geralmente são raquetes baratas, leves e fáceis de manusear, com as quais não obteremos um rendimento muito alto, mas que nos permitirão começar bem o tênis ou o paddle.

  • Raquetes para crianças: Se o que procuramos é uma raquete de ténis para crianças, a sua altura é o factor que indicará o modelo a escolher. Se a criança tiver entre 1 e 1,20 metros de altura , a raquete deve medir entre 50 e 55 centímetros ; Se ele tiver entre 1,20 e 1,35 metros , a raquete terá entre 56 e 64 centímetros de comprimento, e se a altura do menino estiver entre 1,35 e 1,50 metros , seu modelo ideal será entre 65 e 67 centímetros .
  • Raquetes para adultos: Por outro lado, quando o que procuramos é uma raquete para um adulto, tenha experiência de jogar ténis ou não, existem muitos factores que devemos ter em consideração: peso, tamanho da raquete (comprimento tamanho total e da cabeça), padrão, equilíbrio, rigidez e material do qual é feito.

De acordo com medidas e peso

Como regra geral, as raquetes de tênis para adultos medem 68,5 centímetros, embora possamos encontrar outras medidas. Além da altura (raquetes longas para pessoas altas e vice-versa), o comprimento da raquete também está relacionado à força do golpe. Quanto mais você mede, mais bolas atingiremos e mais forte iremos acertar, desde que sejamos capazes de lidar com uma raquete grande (e portanto mais pesada) com facilidade.

O tamanho da cabeça da raquete afeta o do chamado sweet spot , que é a área das cordas com maior tensão, onde mais força é dada à bola ao acertá-la. À medida que o tamanho da cabeça aumenta, ganhamos força, mas perdemos o controle. Quanto ao peso da raquete: quanto mais pesada for, mais forte vamos acertar a bola e mais controle teremos para direcioná-la, porém mais esforço nos custará para segurá-la.

Outros aspectos importantes

A maioria das raquetes de tênis fabricadas hoje é feita de grafite , um material muito leve que combina força de rebatida e controle da bola. Também podemos encontrá-los em alumínio ou titânio , que são igualmente leves, mas oferecem mais controle sobre a direção da bola. Os de boro e ‘kevlar’ são os mais leves do mercado, mas podem ser muito duros para iniciantes, e os de madeira são muito bonitos com seu estilo ‘vintage’, mas são pesados ​​e pouco práticos.

O padrão, o equilíbrio e a rigidez de uma raquete de tênis influenciam diretamente a relação entre potência e manuseio. O padrão é a estrutura de grade que as cordas verticais e horizontais formam, e quanto mais aberto for (menos cordas), maior será a potência e menor será o controle.

O equilíbrio , por sua vez, é a distribuição do peso da raquete. Quando a maior parte do peso está perto da aderência, ganhamos em capacidade de manobra, mas perdemos em potência. À medida que o peso se afasta da mão, essa relação se inverte. Finalmente, quanto mais rígidoseja uma raquete de tênis, mais controle teremos sobre ela e mais forte iremos acertar a bola. Por outro lado, raquetes rígidas transmitem muitas vibrações ao braço do jogador, cansando-o ainda mais e podem causar lesões se a forma física não for adequada.

Raquetes de remo

Ao comprar uma nova raquete de remo, devemos estar atentos, por um lado, às características do jogador que a vai manejar e, por outro, às características da raquete. Para o jogador, o mais importante é analisar o seu nível de jogo. Se você é iniciante, o melhor é optar por um modelo leve e arredondado.

Se o nível for intermediário, o mais recomendado é uma raquete de peso maior e em forma de lágrima ou arredondada. E se se trata de um jogador de nível avançado, é importante que o peso aumente ainda mais, e que a forma seja adequada aos seus gostos e estilo de jogo.

Existem três aspectos básicos que teremos que analisar ao comprar uma raquete de paddle: seu formato , sua dureza e seu peso .

  • De acordo com seu formato: Podemos encontrar modelos em forma de diamante , que oferecem grande potência em troca de serem menos manobráveis ​​e ter um sweet spot menor; com formato arredondado , que é muito fácil de manusear e garante um controle superior da raquete e da bola, embora perca pontos em termos de potência, e com formato de lágrima , que mantém um equilíbrio correto entre a força de rebatida do de diamante e o manuseio e controle dos arredondados. O ideal é começar com uma raquete em forma de lágrima e depois, com o tempo e o jogo, avaliar qual modelo mais se adapta ao nosso estilo de jogo.
  • De acordo com a dureza e o peso: A dureza e o peso da raquete também determinam sua potência e seu grau de manobrabilidade. Quanto mais macia a raquete, mais força ela oferece, mas mais difícil será controlar os golpes. E quanto mais pesar a raquete, mais difícil será manejá-la com agilidade quando subirmos para atacar a rede, mas quanto mais controle teremos sobre os golpes de solo e maior força obteremos.